Como funciona o trabalho por home office com a nova CLT

Como diz o ditado, é praticamente impossível agradar a Gregos e Troianos (e isso nem o home office conseguiu). Mas ainda assim a, Reforma Trabalhista foi aprovada e passou a vigorar em novembro de 2017 depois de um bom tempo sendo discutida no Congresso.

A nova CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) trouxe várias mudanças ao texto inicial da década de 40, passando a abranger novas modalidades de contrato de trabalho e ampliando pontos negociáveis entre empregado e empregador.

Uma das novas modalidades de contrato que já vem mostrando sua força nesses tempos de pandemia do novo coronavírus, é o de Teletrabalho, mais conhecido por seu nome em inglês, o Home Office.

Par entender como funciona esse tipo de contrato, todas suas vantagens e benefícios, confira nosso artigo com mais informações.

Afinal, como funciona o teletrabalho?

No novo texto da CLT, o home office ou teletrabalho é citado no artigo 6. Nele há uma distinção entre os trabalhadores que exercem a profissão de forma presencial, em um espaço fornecido pelo empregador, daqueles que trabalham em casa.

Aqui, fica estabelecido que o teletrabalho é aquele em que “os meios telemáticos e informatizados de comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de comando, controle e supervisão do trabalho alheio”.

A nova CLT também determina que no teletrabalho, a “prestação de serviços acontece preponderantemente fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo”.

Na prática, isso significa que além de trabalhar em casa, também fique caracterizado a utilização de softwares para o controle e supervisão do trabalho. Isso pode ser feito através de aplicativos como Trello, Skype, Slack, entre vários outros, tanto pagos quando gratuitos.

Isso ajuda fazer distinção dos empregados pelo sistema de teletrabalho de outros profissionais externos, como entregadores, motoristas, etc.

Quais as vantagens do home office para os empregados?

Uma das principais vantagens de trabalhar em casa é a melhora na qualidade de vida, além da flexibilização dos horários.

Isso se torna ainda mais relevante para famílias que possuem filhos que ainda não estão na idade escolar. Ou ainda dependentes que necessitam de mais auxílio e atenção.

Outra enorme vantagem, principalmente nas cidades grandes, é que você não precisa passar horas em engarrafamentos ou depender do sistema público de transporte todos os dias.

Quais as vantagens do teletrabalho para os empregadores?

O teletrabalho não trás benefícios apenas para os empregados, mas também aos empregadores; principalmente para os empresários que estão começando e ainda não dispõem de uma localidade física para a empresa.

Hoje, com a nova CLT, é totalmente possível ter um trabalho completamente informatizado e a distância. Assim, o empregador não precisa se preocupar com encargos como aluguel, mobiliário e todas as despesas relativas a manter um escritório.

Por fim, uma pesquisa realizada pela SAP Consultores Associados concluiu que 77% dos entrevistados afirmou optar pelo teletrabalho pela melhor qualidade de vida, o que por sua vez se converte em empregados mais felizes e motivados, o que ajuda a aumentar a produtividade e a retenção de talentos na empresa.

Leia mais sobre outros modelos de contrato de trabalho aqui e aqui.

Posts relacionados